A reportagem solicitada não foi encontrada.

Natal, Rio Grande do Norte, 22 de Outubro de 2019

Estudo detalha origem, perfis e características de 1.450 homicídios registrados no RN

Quantidade de mortes é referente ao período de janeiro a outubro deste ano de 2014.

Thyago Macedo   28/10/2014 às 10h16   -  Atualizada em 10/08/2017 às 13h38

Gráficos: Coedhuci/Plataforma Multifonte

Um levantamento feito pelo escritor e estudioso em violência homicida no Rio Grande do Norte, Ivênio Hermes, traça um perfil das mortes registradas no Estado, ao longo de 2014. De acordo com o relatório, até o início desta semana, o RN contabilizava 1.450 homicídios, sendo 93% das vítimas pessoas do sexo masculino e, 71%, pessoas solteiras.

Ainda de acordo com o estudo, proporcionalmente, levando em conta a quantidade de mortes para cada 100 mil habitantes, a cidade de Umarizal, na região Oeste lidera o ranking de homicídios no Rio Grande do Norte, seguida da cidade de São José de Mipibu. Nesse ranking proporcional, Natal aparece em 14º lugar e Mossoró, em 15º.


 

Ivênio Hermes comenta que, apesar de Natal ter numericamente a maior quantidade de homicídios, 463, também tem a maior população do Estado. Então, quando se faz a proporcionalidade, a capital aparece atrás de outras cidades do interior em termos de violência homicida.


 

A pesquisa apresenta ainda dados importantes, como a presença da arma de fogo em 85% dos assassinatos registrados. A maioria das pessoas mortas é de cor negra, somando 43%. Outros 36% são de pessoas pardas.

O levantamento também nos permite analisar os homicídios por bairros em Natal. Nossa Senhora da Apresentação, mais uma vez lidera o ranking, tendo somado 57 assassinatos. Em segundo, aparece Felipe Camarão, com 40 mortes.

Veja os gráficos:


 
 

 
 

 
 

 
 

 
 

 

 

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© 2011-2019. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título