Blog do Cabo Jeoás
A reportagem solicitada não foi encontrada.

Natal, Rio Grande do Norte, 13 de Novembro de 2019

Uma dor que nos une

Somente nos dois últimos meses de 2015 já foram mais de 6 policiais vítimas de violência e 3 assassinatos.

Cabo Jeoás   03/11/2015 às 12h23   -  Atualizada em 26/08/2017 às 08h56

Com muita tristeza começamos o mês de novembro enterrando mais um Policial Militar. Somente nos dois últimos meses de 2015 já foram mais de 6 policiais vítimas de violência e 3 assassinatos.

O número de homicídios no Rio Grande do Norte em 2015 já é de aproximadamente 1340 mortos, embora tenha havido redução em relação ao ano de 2014. Mesmo assim, os números causam revolta e indignação e em maior repercussão quando são atingidos os representantes do Estado que tem por missão garantir a Segurança de toda população.

Na tarde deste domingo, vimos cenas que ficaram marcadas em nossa memória, homens duros e embrutecidos pela cruel atividade profissional, chorando inconsolavelmente a perda irreparável de um amigo, irmão e companheiro, um cortejo em carro aberto do Corpo de Bombeiros digno de um verdadeiro representante do Estado, de um verdadeiro herói, querido e respeitado por muitos, trouxe no seu último momento, uma multidão pelas avenidas que pararam em atenção e respeito.

A salva de tiros cortou os sussurros e gemidos, honras militares merecidas e devidas. O Potiguar 01 também fez sua homenagem e cruzou o céu em um vôo rasante, onde o Comandante ofereceu uma continência como última despedida e como combustível para continuar a missão. A corneta pediu licença e num choro entoou a marcha fúnebre. Assim, nos despedimos com abraços acalorados e fortes, com um sentimento de revolta, indignação e vingança.

Mas nada disso é suficiente, só queríamos não estar falando disso, que nosso irmão estivesse entre nós. E só queremos que não tenha um próximo que pode ser eu, você ou qualquer um de nós. Que essa dor que nos une, sirva para que esses fatos não voltem acontecer.

Tudo isso serve para nossa reflexão e termos a possibilidade de realizarmos uma grande mobilização, da sociedade e da categoria por mais Segurança, por apoio as famílias de agentes de segurança mortos, por uma delegacia especializada para investigação e uma força tarefa judicial para garantir a prisão e cumprimento de pena dos responsáveis.

Marcharemos e mesmo com o risco da própria vida continuaremos defendendo a sociedade.

Essa é uma dor que nos une!

Cabo Jeoás Santos 

Tópicos: Policia Militar
© 2011-2019. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título