Por dentro da PM
A reportagem solicitada não foi encontrada.

Natal, Rio Grande do Norte, 17 de Fevereiro de 2020

PM's esperam resposta do Governo nesta segunda às 17 horas

Reunião com o Governo e entidades representativas da PM acontece às 17 horas no Centro Administrativo

Glaucia Paiva   16/08/2015 às 20h46   -  Atualizada em 23/08/2017 às 14h01

Foto: Glaucia Paiva
Militares estão acampados há 12 dias

 Acampados há 12 dias em frente à sede da Governadoria do Estado, os policiais e bombeiros militares do RN esperam ansiosos pela resposta do Governo às demandas da categoria militar.

Com reunião marcada entre Governo e Associações para às 17 horas desta segunda-feira (17), as associações representativas de praças da PM e do Corpo de Bombeiros convocam os militares a comparecerem no Acampamento dos Militares "João Cândido", montado no Centro Administrativo, a partir das 14 horas, como forma de pressionar o Governo por uma resposta positiva aos militares.

Com uma pauta de três pontos, os PM's e bombeiros militares acreditam que o Governo acate todas as demandas da categoria, que vem reivindicando apenas o cumprimento de legislações já em vigor, as quais vem sendo cumprida apenas parcialmente.

 

DEMANDA DA CATEGORIA

Os militares estaduais reivindicam o cumprimento de leis já em vigor desde o ano de 2012, como a Lei do Subsídio e a Lei de Promoção de Praças.

*Pagamento de todas as promoções realizadas nos últimos três anos: Há aproximadamente três anos policiais promovidos às graduações superiores, como Cabo e Sargento, ainda recebem como Soldado. Na última terça-feira (04), o Governo ofereceu a atualização salarial dos recém promovidos neste ano, sem comtemplar, contudo, os militares promovidos no governo anterior, o que foi rejeitado pelas associações representativas por ferir o princípio da isonomia.

*Pagamento dos níveis remuneratórios: Os militares possuem a progressão horizontal, garantindo uma espécie de triênio aos mesmos, aumentando, aproximadamente, o valor de R$ 80 em seus salários a cada três anos de serviço prestado. Esse repasse, contudo, não está sendo atualizado desde o ano de 2012, ocasionado uma somatória de prejuízos financeiros de mais de R$ 3 mil para alguns policiais, a depender do ano de ingresso na corporação.

*Efetivação das promoções ex-offício: Com a Lei de Promoção de Praças em vigor desde 1º de janeiro, os militares viram o sonho de promoções ser adiado para os militares que já possuem o dobro do interstício necessário para ascender profissionalmente. Com o parcelamento das promoções "ex-offício" para os militares, estes viram todos os policiais civis que possuem o tempo necessário para as mesmas promoções (ex-offíco) serem contemplados e já terem seus salários implantados já no mês de julho, ocasionando a discrepância entre as forças da segurança pública do estado. Com isso, os militares pedem isonomia de tratamento e o cumprimento de todas as promoções ex-offício tal como está previsto na legislação vigente.

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© 2011-2020. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título