Por dentro da PM
A reportagem solicitada não foi encontrada.

Natal, Rio Grande do Norte, 17 de Fevereiro de 2020

Militares comemoram aniversário de presidente de associação em acampamento

Segundo dia de acampamento dos militares na frente à sede do Executivo é marcado com festa

Glaucia Paiva   06/08/2015 às 21h54   -  Atualizada em 22/08/2017 às 19h49

Foto: Glaucia Paiva
Soldado Dalchem comemorou seu aniversário de 30 anos com militares acampados

 O segundo dia de acampamento dos militares estaduais em frente à sede do Executivo Estadual foi marcado com festa pela passagem do aniversário de 30 anos de um dos presidentes das associações representativas da categoria policial e bombeiro militar.

Concentrados desde ontem, sem ter tido avanço neste segundo dia de mobilização junto ao Governo, os militares acampados no camping da Governadoria comemoraram o aniversário do presidente da Associação dos Bombeiros Militares (ABM), Soldado Dalchem Viana, na noite desta quinta-feira (06).

"Daqui há algum tempo irei orgulhoso dizer que comemorei meu aniversário de 30 anos acampado e buscando melhorias para nossa categoria", disse Dalchem.

Com uma festa simples à base de pizza, bolo e refrigerante, os militares estaduais prestigiaram um dos representantes da categoria, reconhecendo o trabalho e a luta em prol de melhorias para a classe policial e bombeiro militar do Estado.

DEMANDAS DOS MILITARES

Os militares estaduais reivindicam apenas três pontos considerados importante para a categoria e garantidos por leis já em vigor.

*Pagamento de todas as promoções realizadas nos últimos três anos: Há aproximadamente três anos policiais promovidos às graduações superiores, como Cabo e Sargento, ainda recebem como Soldado. Na última terça-feira (04), o Governo ofereceu a atualização salarial dos recém promovidos neste ano, sem comtemplar, contudo, os militares promovidos no governo anterior, o que foi rejeitado pelas associações representativas por ferir o princípio da isonomia.

*Pagamento dos níveis remuneratórios: Os militares possuem a progressão horizontal, garantindo uma espécie de triênio aos mesmos, aumentando, aproximadamente, o valor de R$ 80 em seus salários a cada três anos de serviço prestado. Esse repasse, contudo, não está sendo atualizado desde o ano de 2012, ocasionado uma somatória de prejuízos financeiros de mais de R$ 3 mil para alguns policiais, a depender do ano de ingresso na corporação.

*Efetivação das promoções ex-offício: Com a Lei de Promoção de Praças em vigor desde 1º de janeiro, os militares viram o sonho de promoções ser adiado para os militares que já possuem o dobro do interstício necessário para ascender profissionalmente. Com o parcelamento das promoções "ex-offício" para os militares, estes viram todos os policiais civis que possuem o tempo necessário para as mesmas promoções (ex-offíco) serem contemplados e já terem seus salários implantados já no mês de julho, ocasionando a discrepância entre as forças da segurança pública do estado. Com isso, os militares pedem isonomia de tratamento e o cumprimento de todas as promoções ex-offício tal como está previsto na legislação vigente.

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© 2011-2020. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título