Natal, Rio Grande do Norte, 11 de Julho de 2020

Julgamento de acusados de assassinar Maria Luiza é adiado para 19 de novembro

Advogado de um dos réus renunciou à defesa do cliente.

Redação   30/10/2014 às 11h07   -  Atualizada em 10/08/2017 às 20h44

Foto: Reprodução

A sessão do Tribunal do Júri referente ao assassinato da adolescente Maria Luíza Fernandes Bezerra, ocorrido em abril de 2009, marcada para começar às 8h desta quinta-feira (30), foi reaprazada para o dia 19 de novembro. O advogado Marcus Alânio Martins Vaz renunciou à defesa do réu Tiago Felipe Rodrigues Pereira. Este terá dez dias para indicar novo profissional do Direito para cuidar da causa ou será nomeado defensor público para tal fim.

O julgamento irá ocorrer no Fórum Miguel Seabra Fagundes, no bairro Lagoa Nova. O Júri está sob a responsabilidade da juíza Eliana Alves Marinho, titular da 1ª Vara Criminal de Natal. O outro réu do caso é Kleisson de Souza Freitas da Silva, de 32 anos.

Existe um pedido formulado pela defesa de Tiago Felipe para o desaforamento do processo daquela vara, o que será analisado em Segunda Instância na Justiça Estadual. Caso, o pleito seja deferido, a data do julgamento poderá ser alterada e marcado outro dia para a realização da sessão do júri.

“O pedido feito pela defesa do réu para que seja deslocado o julgamento da Comarca de Natal para outra Comarca”, reforçou a juíza Eliana Marinho.

O crime chocou a capital. Maria Luíza tinha 15 anos e seu corpo foi encontrado seis dias após seu desaparecimento. As acusações envolvem motivo torpe, asfixia e emboscada, além de roubo e ocultação de cadáver. A família deixou de ter informações sobre a garota na noite de 21 de abril de 2009, quando ela foi vista pela última vez no bairro Bom Pastor, região Oeste de Natal. 

*Fonte: TJRN

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© 2011-2020. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título