Vereadores policiais militares entregam reivindicações ao vice-governador

Publicado em 09/05/2016 às 11h07

Foto: Divulgação

 Um grupo de policiais militares que são vereadores em algumas cidades do RN se reuniu com o vice-governador do Estado, Fábio Dantas, na semana passada, e entregou uma pauta de reivindicações.

Um dos pedidos feitos pela comissão foi a majoração do valor da diária operacional dos policiais e bombeiros militares. De acordo com eles, o valor não é reajustado desde 2009. Além disso, foi solicitada a criação de uma data base para o pagamento das diárias para evitar atrasos.

Também foi proposta a realização de um concurso para área de saúde contemplando todas as especialidades médicas para restabelecer e qualificar o atendimento aos policiais e bombeiros.

O Fórum reivindicou ainda o vice-governador modificações no regulamento para ingresso de oficiais na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, permitindo que os praças que já fazem parte da instituição e tenham idade superior a 30 anos possam realizar o concurso.

Foi solicitado ainda alterações na Lei de Promoção de Praças que garanta a antiguidade dentro da turma, além de diversas demandas da segurança pública especificas de cada região dos vereadores.

O Fórum dos vereados foi coordenado pelo Cabo Jeoás, que até o início deste ano ocupava uma vaga de vereador na Câmara Municipal de Natal, como suplente. Também Participaram da reunião os vereadores Soldado Janduí, de Doutor Severiano; Cabo De Souza, de Encanto; Sargento Monteiro, suplente de vereador de Pau dos Ferros, e o Soldado Júlio, vice-prefeito de Timbaúba dos Batistas.

Estudantes já podem se inscrever no Enem 2016

Publicado em 09/05/2016 às 10h44

Estão abertas, desde às 10h desta segunda-feira (9), as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. Já as inscrições podem ser feitas até às 23h59 do dia 20 deste mês. A taxa de inscrição é de R$ 68.

Os candidatos podem se inscrever pela internet, no site do Enem, tendo em mãos o CPF e o número do documento de identidade. Só é possível fazer a inscrição por email, assim, cada estudante deverá ter email próprio.

Confirmação
A inscrição só é confirmada após o pagamento da taxa de R$ 68. O prazo para que isso seja feito é até as 21h59, no horário de Brasília, do dia 25. São isentos da taxa os estudantes concluintes do ensino médio em escolas públicas e os participantes de baixa renda.

Uma das novidades deste ano é que o estudante poderá pagar a taxa de inscrição em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios. Até o ano passado, a inscrição era paga apenas nas agências do Banco do Brasil.

RN vive seu pior momento na história em Segurança Pública

Publicado em 11/04/2016 às 11h17

Insegurança. Essa é a palavra que mais tem sido usada pelo povo do Rio Grande do Norte nos últimos meses. O aumento da criminalidade e, pior do que isso, o aumento da violência empregada pelos bandidos tem gerado uma sensação de medo e impotência da sociedade, em proporções nunca antes vista.

Se os últimos três ou quatro anos já vinham sendo críticos e o clamor por segurança vinha aumentando, agora em 2016 iniciamos uma fase ainda mais tensa. Estamos testemunhando ações covardes dos bandidos, pessoas inocentes perdendo suas vidas quase que semanalmente, algumas de maneira bárbara.

Antes, os homicídios e a insegurança preocupavam mais as classes menos favorecidas, que sempre viveram às margens da sociedade. Agora, as classes média e alta se juntam no grito de socorro. Assaltos, arrastões e, principalmente, latrocínios têm perturbado a ordem. Os bandidos já não se contentam somente em levar os pertences das vitimas, agora, atiram para matar ou fazem pior, jogam de penhasco, como aconteceu com um professor em Cotovelo.

Vários são os casos que poderíamos elencar aqui, somente deste ano. Mas, com certeza, você que está lendo esse artigo já os conhece devido a grande repercussão.

Quando falo que RN vive seu pior momento da história em Segurança Pública é justamente devido ao forte apelo da população por melhorias e devido a essa sensação de impotência que sentimos diariamente. Hoje, o nosso estado é visto em patamar de grandes centros, como Rio de Janeiro, quando se fala em violência.

Nossa imagem de estado turístico e pacato está mais do que arranhada, está quebrada. E o que mais preocupa é pensar que, pelo menos a curto prazo, essa realidade parece não mudar. Do ano passado para cá, além da falta de estrutura histórica das polícias Militar e Civil, tivemos o caos instalado no Sistema Penitenciário. O Estado perdeu o controle e não soube administrar as crises.

O Governo que se disse da Segurança Pública até agora, infelizmente, ainda não demonstrou esse potencial. Muito pelo contrário. Nas redes sociais, o governo Robinson Faria é constantemente criticado no tocante à segurança. As ações empregadas pela Sesed não resultaram em efeitos práticos. Um plano efetivo de transformação da Segurança Pública nunca foi apresentado.

O governador chegou a ir à Colômbia “estudar” o que fazer no Rio Grande do Norte. Mas, até agora, continuamos perdendo a guerra para a criminalidade. Estamos, literalmente, mais perdidos do que cego em tiroteio.

Se Robinson Faria se elegeu com discurso de que seria o Governador da Segurança, ele deve ter tropeçado no meio do percurso e, agora, caminha para ser lembrado como um dos piores nesse segmento. Mas, vamos torcer para que ele e sua equipe consigam finalmente acertar os rumos que serão dados à Segurança. Vamos torcer para que o governador ache o caminho do “melhor” e não queira terminar seu governo pela estrada do “pior”.

Kalina Leite impõe características de ditadura e coordenadora do Proerd é afastada por reclamar de efetivo

Publicado em 22/12/2015 às 17h09

 A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Rio Grande do Norte se tornou uma pasta com características de regime ditatorial, no qual tem imperado as vontades e caprichos da secretária Kalina Leite. Mostrando claramente que não sabe ser contrariada e nem questionada em suas ações, a titular da Sesed tem agido de maneira perversa com alguns setores da Segurança.

Um deles e crucial para o futuro do nosso Estado é o Proerd. Desde que assumiu a Secretaria, Kalina e sua equipe, propagando a ideia de um novo modelo de gestão da Segurança Pública, decidiram diminuir o efetivo do Proerd para colocar os policiais em outras áreas, como a Ronda Cidadã.

Ou seja, o que a secretária tem tentado fazer desesperadamente é dar uma resposta imediata à sociedade para o quadro de insegurança instalado em nosso Estado, sem se preocupar com o futuro. Mas nem isso ela tem conseguido. E quem diz não sou só eu. O clamor está nas ruas, está nas redes sociais, está entre os empresários, entre os mais humildes e os mais ricos.

Ronda Cidadã é obra de ficção, que só tem efeitos práticos na cabeça do autor e nas cenas de campanhas publicitárias do Governo. Na prática, tudo continua como antes. Ou você aí cidadão que está lendo esse artigo acha que eu estou falando alguma besteira?

Já o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência) é consolidado como uma das mais eficientes políticas de estado. O Proerd do RN é reconhecido nacionalmente e internacionalmente, tendo recebido premiações e congratulações de diversas instituições ao longo dos últimos anos.

Se a secretária Kalina Leite e sua equipe tivessem o mínimo de inteligência, ao invés de diminuírem o efetivo do Proerd, iriam triplicar. O Proerd age diretamente nas escolas, nas comunidades carentes e até nas classes mais afortunadas. O Programa é a melhor e mais eficiente ferramenta que nós temos para impedir o avanço das drogas nas gerações futuras e, consequentemente, frear o avanço da violência nos próximos anos.

Somente quem tem a mentalidade retrógrada não enxerga isso. Somente quem só pensa no próprio umbigo não enxerga isso.

E foi por isso que a tenente-coronel Margarida Brandão foi retirada do comando do Proerd. Foi afastada por ter defendido com unhas e dentes o projeto que ela cuida desde o início, o projeto que ela já viu transformar e salvar a vida de centenas de crianças e adolescentes em nosso Estado.

Foi por não ter abaixado a cabeça para as ingerências da Sesed e ter reclamado aos quatro cantos que a tenente-coronel Margarida acabou sendo perseguida.

O que a secretária Kalina Leite está fazendo é desestruturando um projeto eficiente e de extrema importância, como é o Proerd, para apostar em uma ideia de marketing e uma política de segurança que visa somente o hoje.

Mas o tempo irá dizer quem está certo e quem está errado. É uma pena que enquanto isso o povo potiguar paga diariamente o preço da insegurança.

*Significado de Ditadura
1. Governo autoritário exercido por uma pessoa ou por um grupo de pessoas, com supremacia do poder executivo, e em que se suprimem ou restringem os direitos individuais.

2. Estado, nação em que vigora esse tipo de governo.

3. [Figurado] Excesso de autoridade ou de influência que algo ou alguém exerce sobre um conjunto de pessoas.

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 3 de 34
© 2011-2017. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título