Natal, Rio Grande do Norte, 24 de Maio de 2017

Professor assassinado em Emaús já tinha sofrido ameaça de morte

Ediudson de Lucena foi seguido e assassinado enquanto dirigia o próprio carro; A vítima trabalhava em um cursinho na capital

Sérgio Costa   11/05/2017 às 11h15   -  Atualizada em 13/05/2017 às 11h21

Foto: Cedida

A morte do professor de Biologia Ediudson de Lucena Costa será investigada pela 2ª Delegacia de Polícia Civil da cidade de Parnamirim. A vítima de 32 anos foi surpreendida por tiros no final da tarde desta quarta-feira (10), enquanto dirigia o próprio carro na rua Santa Maria, no bairro Emaús, região metropolitana. De acordo com uma fonte do Portal BO, Ediudson já tinha sofrido ameaça de morte.

A confirmação do local onde transcorrerá o inquérito foi feita pelo chefe de investigação Rogério Guimarães que na manhã desta quinta-feira já tinha dado início as atividades de recolhimento de informações.

"Nesse primeiro momento nenhuma linha é descartada, mas é muito estranho um professor sem problemas com crimes ser executado como ele foi. Já iniciamos os trabalhos para descobrirmos qual a razão e a autoria", disse.

Guimarães ainda disse que em relação à ameaça de morte sofrida pela vítima, relatadas pela fonte do portal, a polícia deverá ouvir familiares nos próximos dias para confirmar esse detalhe que pode ser fundamental para as investigações.

Fechar
© 2011-2017. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título