Publicada em 11/04/2012 às 16h01

Polícia investiga ocorrência em que soldado da PM ficou baleado

Policial De Melo foi atingido por um tiro na perna e alega que foi vítima de uma tentativa de assalto, tendo reagido.

Por Thyago Macedo

As polícias Civil e Militar estão investigando uma ocorrência policial registrada nesta terça-feira (10) em que um policial militar e um vigilante ficaram baleados. O caso aconteceu em uma estrada na comunidade de Cajupiranga, em Parnamirim, no fim da tarde de ontem. O soldado De Melo foi atingido por um tiro na perna e alega que foi vítima de uma tentativa de assalto, tendo reagido.

Entretanto, de acordo com informações repassadas pelo comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, o tenente-coronel Jair Júnior, os detalhes da ocorrência ainda não estão claros. Ele explicou que o fato de um vigilante, identificado pelo nome de João Batista, pode dar outros desdobramentos à investigação. “Por enquanto, ainda não sabemos realmente o que aconteceu lá”, frisa.

A reportagem descobriu que o soldado De Melo, que é lotado na Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) e trabalha em um posto policial em Parnamirim, estava de folga, na tarde de ontem. Na versão contata por ele para outros policiais militares, criminosos o teriam abordado e anunciado um assalto. Com isso, o soldado reagiu, houve uma troca de tiros e ele acabou sendo baleado.

Por outro lado, a polícia já recebeu informações de que o vigilante João Batista seria alvo de uma de homicídio e teria sido abordado por um grupo enquanto estava trabalhando em uma granja. Ele teria reagido à ação dos bandidos e atirado. Isso fez com que houvesse uma troca de tiros e o vigilante também fosse alvejado por três disparos.

Diante dessas informações que foram repassadas para polícia por testemunhas, levantou-se a suspeita de que o solado De Melo estaria no grupo que atacou o vigilante e por isso foi baleado. Apesar disso, o comandante do 3º BPM ressalta que ainda é cedo para fazer qualquer tipo de afirmação sobre a ocorrência.

“Agora, deverá ser aberto um inquérito na Polícia Civil e também uma sindicância na Polícia Militar, tendo em vista que um soldado foi baleado. Depois que as pessoas forem ouvidas e as provas apresentadas é que saberemos realmente o que aconteceu”, destaca o tenente-coronel Jair Júnior. Outra informação que foi repassada para a reportagem é que o soldado De Melo estaria acompanhado de mais dois colegas da PM no momento da ocorrência de ontem. Isso, no entanto, não foi confirmado pelo comandante do 3º Batalhão.

O soldado baleado foi levado ao Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, e já foi liberado. Já o vigilante João Batista foi socorrido para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, onde passou por cirurgia e está em recuperação. A polícia vai esperar que ele tenha alta para poder convocá-lo para prestar depoimento. 

Tópicos: soldado, pm, parnamirim

Comentários Enviados

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade