Publicada em 06/12/2011 às 13h37

Operação prende quadrilha de traficantes na Toca da Raposa

Polícia Civil, através da Delegacia de Narcóticos, desarticulou mais um bando.

Por Thyago Macedo
Foto: Thyago Macedo
Delegado Odilon Teodósio, da Denarc.

A Delegacia Especializada em Narcóticos desarticulou uma quadrilha que vinha agindo há mais de um ano em Natal e Parnamirim. O bando tinha como base a Toca da Raposa, em Nova Parnamirim, e era comandado por Mariano Rosado Xavier, de 35 anos, que morreu no último sábado (3), após ser preso com droga.

Na operação de hoje, 150 policias cumpriram 12 mandados de busca e apreensão e mais quatro mandados de prisão. De acordo com o delegado Odilon Teodósio, titular da Denarc, a quadrilha vinha sendo investigada há três meses. Ele explicou que a Polícia Civil realizava trabalho de monitoramento e estava identificando um por um dos integrantes da organização.

A partir da morte de Mariano, o delegado Odilon Teodósio decidiu adiantar a operação que estava sendo planejada. Por isso, os policiais saíram para cumprir os mandados na manhã desta terça-feira (6).

Um dos pontos que teve mandado de busca e apreensão expedido foi a casa de Mariano na Toca da Raposa. “Ele tinha um primeiro andar lá e comandava o tráfico. Essas pessoas que foram presas trabalhavam para Mariano”, contou o delegado Odilon Teodósio, que comandou a operação.

Ainda de acordo com ele, foram presos por força de mandado de prisão Erenilson Porfírio da Costa, o “Nilsinho, apontado como braço direito de Mariano; José Anselmo de Lemos Neto, o “Orelha”; Vilanilson Sales de Lima; e Darli da Costa Armindo. Os policiais ainda trabalham para localizar a quinta pessoa que teve mandado de prisão expedido, por isso o nome dele não foi divulgado.

“Esperamos indiciar pelo menos oito pessoas dessa quadrilha. Mas, a partir dessas prisões e apreensões é que vamos dar continuidade ao trabalho e saber qual a participação de cada um”, completou o titular da Delegacia Especializada em Narcóticos. Durante a operação, a polícia apreendeu também objetos, como TV de Plasma, armas, com uma pistola calibre 380 que estava em poder de Orelha, e uma pequena quantidade de crack e cocaína.

A polícia também apreendeu uma motocicleta Honda Titan e aproximadamente R$ 7 mil em espécie, a maior parte, R$ 5 mil, estava em poder de Erenilson Porfírio, o “Nilsinho”, que teria ficado responsável pela venda da droga de Mariano, juntamente com a mulher do traficante morto.

Desaparecimento
O delegado Odilon Teodósio informou ainda que a quadrilha será investigada, a partir de agora, pelo desaparecimento do jovem Deivison Patrick Souza da Silva, de 28 anos. Ele está sumido desde o dia 28 de fevereiro e, de acordo com familiares, era usuário de drogas, tendo como fornecedor uma boca de fumo na Toca da Raposa.

“Esse rapaz foi visto pela última vez quando foi até um desses pontos da Toca da Raposa comprar droga. Ele estava em uma motocicleta de empresa de Moto-Escola na qual dava aula. Desde então não deu mais notícias e a família está a sua procura. Nós encontramos a moto do jovem em poder de um integrante dessa mesma quadrilha, conhecido por Pio”, completou Odilon.
 

Comentários Enviados

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade