Natal, Rio Grande do Norte, 29 de Abril de 2017

Misael Pereira: um maníaco arrependido

Autor de uma série de estupros no fim da década de 90, Maníaco da Bicicleta conta como vive em Alcaçuz

Thyago Macedo e Sérgio Costa   08/08/2011 às 00h29   -  Atualizada em 10/02/2015 às 01h43

Foto: Reprodução
Até hoje, Misael vive em setor separado do presídio

Ele ficou conhecido em todo o Rio Grande do Norte pela crueldade e frieza manifestadas contra crianças indefesas. Assumiu, depois de preso, ter abusado sexualmente de 13 meninas e matado uma delas de forma cruel.

Misael Pereira da Silva ganhou um apelido que marcou para sempre a crônica policial do Estado e assustou centenas de pessoas na década de 90. O Maníaco da Bicicleta foi preso na noite do dia 12 de abril de 1999.

O então auxiliar de serviços gerais da Parmalat foi rendido por moradores depois de ter praticado mais um estupro. O homem, considerado um monstro pela população, chegou a dizer na época que tinha prazer em ver as vítimas agonizando sem demonstrar qualquer remorço.

No ano de 1994, ele foi condenado a mais de 90 anos de prisão. Hoje, com 42 anos, Misael vive na penitenciária de Alcaçuz. E foi lá que o Portal BO conversou com o Maníaco da Bicicleta. Sem querer falar muito sobre os crimes, Misael se mostrou arrependido e recuperado de uma mente perigosa, capaz de raptar, estuprar e matar.

Veja a conversa com Misael

Encontre-nos no Facebook
Fechar
© 2011-2017. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título