Natal, Rio Grande do Norte, 26 de Setembro de 2017

Ex-superintendente da PRF do RN é investigado por improbidade administrativa

Vídeo mostra o inspetor Lindemberg usando carros e cartão coorporativo da instituição fora do horário de serviço para participar de eventos particulares.

Thyago Macedo   19/08/2011 às 11h24   -  Atualizada em 21/07/2017 às 14h35

Foto: Reprodução
Gravações foram feitas em julho de 2010

O ex-superintendente da Polícia Rodoviária no Rio Grande do Norte, inspetor Francisco Charles Lindemberg Magalhães Pires, está sendo investigado por improbidade administrativa no período em que esteve à frente do órgão. O inspetor, de acordo com o que foi apurado pelo Portal BO, é acusado de fazer uso da máquina pública em benefícios próprios.

Lindemberg foi exonerado do cargo de superintendente da PRF no RN em junho deste ano, sendo substituído pelo inspetor Rosemberg Alves de Medeiros. A reportagem recebeu as informações da investigação juntamente com um vídeo em que o ex-superintendente aparece usando veículos descaracterizados da PRF para realizar atividades pessoais fora do horário de serviço.

De acordo com a fonte do Portal BO, Lindemberg teria usado os veículos em várias oportunidades e, inclusive, abastecia utilizando o cartão coorporativo da Polícia Rodoviária Federal. Um dos vídeos mostra o inspetor saindo da sede da PRF, abastecendo e usando o cartão coorporativo.

Veja o vídeo:



Em outro vídeo, o inspetor Lindemberg é seguido também saindo da superintendência à noite e indo direto para um evento evangélico que foi realizado nas Quintas, em novembro do ano passado. Nas duas ocasiões, ele usava o veículo tipo Astra, de placas MXH-6491, que a reportagem descobriu junto a PRF ser realmente uma viatura da instituição.

Os vídeos e alguns documentos que comprovariam a improbidade administrativa do ex-superintendente da Polícia Rodoviária Federal foram entregues ao Ministério Público Federal, onde tramita um inquérito contra o inspetor Lindemberg, que atualmente está lotado na PRF do Ceará.

A reportagem entrou em contato com a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte, mas foi informada que o atual superintendente está viajando e que o assunto só poderia ser tratado com a corregedoria regional em Brasília. Além dessas denúncias, Lindemberg também vinha sendo acusado pelo Sindicato dos Policiais Rodoviários de perseguição contra alguns patrulheiros, como mostra essa matéria (clique aqui). 

Fechar
© 2011-2017. Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade

Título