Por dentro da PM
Por Glaucia Paiva
Publicada: 17/04/2014 às 07h28

PMs decidem paralisar atividades a partir da próxima terça-feira

Foto: Glaucia Paiva
PM's e bombeiros decidem por paralisar atividades na próxima terça (22)

Acampados há mais de uma semana em frente a Governadoria, os policiais e bombeiros militares do RN decidiram por paralisar as atividades a partir da próxima terça-feira, 22.

Cansados de esperar uma atitude do Governo e do descaso enfrentado diariamente, os militares estaduais resolveram confeccionar uma pauta de reivindicações, incluindo, além da Lei de Promoção de Praças, assuntos relevantes como:

* o pagamento dos níveis do subsídio e das férias;

* implantação de um auxílio alimentação - vez que muitos PM's estão passando mal com as quentinhas fornecidas;

* fornecimentos de equipamentos adequados - muitos PM's são flagrados empurrando viaturas e com coletes em péssimas condições;

* reajuste de 15% no subsídio - no acordo feito entre a categoria em 2011, até o ano de 2014 os Soldados estariam com o subsídio inicial de R$ 3,4 mil, tendo reuniões anuais para fixar o reajuste. Atualmente, os Soldados recebem R$ 2,2 mil;

* Convocação dos 824 candidatos aprovados na segunda fase do último concurso realizado pela PM - atualmente a Polícia Militar do RN tem um déficit de mais de 4 mil policiais.

Entre outras reivindicações, a principal pauta segue a Lei de Promoção de Praças, a qual irá garantir a perspectiva de ascensão do policial e bombeiro militar. Atualmente, muitos militares vão para a reserva remunerada (aposentadoria) ainda como Soldados, o que vem gerando insatisfação entre a categoria.

Como forma de pressionar o Governo, as entidades representativas votou em assembleia realizada no acampamento montado em frente a Governadoria uma paralisação para o dia 22 (terça-feira). De acordo com as associações, estas já tentaram de todas as formas negociar com o Governo do Estado para a aprovação da Lei de Promoção, obtendo como resposta o silêncio.

Veja vídeo da assembleia promovida pelos militares estaduais:

0 Comentários Enviar Imprimir Tamanho do texto A+ A-
Publicada: 10/04/2014 às 21h38

PM do Pará desabafa sobre possível invasão da tropa de choque em batalhão com manifestantes

A Polícia Militar do Pará viveu durante quase uma semana momentos de tensão. Após o Governo do Pará conceder um aumento de 110% aos Oficiais da Polícia Militar, policiais do 6º BPM em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, iniciaram um movimento das Praças contra a discriminação sofrida.

O 6º BPM foi o pioneiro em uma movimentação que durou seis dias. Em um dos vídeos do movimento, um Sargento fala que os Oficiais só se preocupam com estatísticas para alcançarem uma promoção. O caso ganhou repercussão nacional e várias mensagens de apoio foram passadas aos PM's do Pará.

Um dos momentos mais tensos do movimento paraense foi a possibilidade da tropa de choque invadir o 6º BPM, onde os PM's mantinham-se aquartelados. Um dos policiais, Cabo Mendes, veiculou no WathApp uma mensagem emocionante relatando a tensão durante a madrugada de um dos dias quando a tropa de choque invadiria o batalhão. "Essa madrugada será uma que eu nunca vou esquecer e irei contar para os meus filhos. Tinhamos a informação de que os Oficiais estavam coagindo os Praças do CME (Comando de Missões Especiais) para invadir o 6º BPM", relata o Praça.

"O nosso número de guerreiros eram poucos, mas decididos a tudo ou nada e nós estávamos sozinhos e chegou a notícia de que eles chegariam às 3 horas. Fizemos uma oração e esperamos eles chegarem", disse o Cabo Mendes. Em um momento eles escutam ainda longe várias sirenes se aproximando cada vez mais da Unidade Militar onde permaneciam aquartelados. "Vinham longe as sirenes de várias viaturas em direção ao 6º BPM. Um olhava para o outro, alguns ligavam para se despedirem da família. Liguei para minha esposa e falei: 'O que estou fazendo é por você e meus filhos. Vocês são minha alma e por vocês eu morrerei'. As viaturas chegavam mais perto".

Com a proximidade das viaturas e da iminência de um confronto entre integrantes de uma mesma polícia, os militares chegam a dar o golpe nas armas, mas a surpresa chegaria em poucos minutos. "Estávamos decididos. Ninguém arredou o pé. Demos o golpe nas armas. Aí percebi que Deus está conosco, companheiros. Era o apoio do 1º BPM chegando. Deus escutou a nossa oração e comoveu os corações dos nossos amigos que vieram dar o apoio naquele momento", declara emocionado o Praça, que finaliza: "Companheiros, tenham fé que essa batalha já está ganha por que Deus está do nosso lado e já deu prova e a nossa história será marcada para o resto de nossas vidas. Eu tenho muito orgulho de estar servindo ao lado de vocês. Muito obrigado! Resistam mais essa noite!", conclui o Cabo da PM do Pará.

Já no segundo dia, o movimento teve o apoio de outras Unidades da PM do Pará, culminando com uma negociação com o Governo na última terça-feira (8).

Vídeo mostra chegada das viaturas do 1º BPM que foram em apoio aos companheiros do 6º BPM no Pará após informe de uma possível invasão da tropa de choque, confira:

0 Comentários Enviar Imprimir Tamanho do texto A+ A-
Publicada: 05/04/2014 às 08h15

Violência atinge policiais militares no RN

Na noite dessa sexta-feira (4) a Polícia Militar do RN perdeu mais um integrante de forma violenta. O Soldado Frederico foi morto no interior de sua residência tentando proteger seus bens e, principalmente, sua família.

O PM foi o segundo policial morto em apenas dez dias e o segundo PM a sofrer na noite dessa sexta (4) com a violência que assola o nosso Estado. Ainda na noite dessa sexta, o Soldado Anderson também sofreu um assalto tendo sido baleado na face. Por sorte, Anderson não corre risco de morte, mas essa noite ficará marcada pelo resto de sua vida, pois de acordo com informações um dos olhos do PM ficou comprometido, perdendo a visão.

Apesar dos constantes acontecimentos contra policiais, nada é feito para diminuir essa violência. Na Câmara dos Deputados ainda se cogitou a elaboração de um projeto de lei que qualificava os crimes contra policiais, mas permaneceu apenas como projeto.

Se se morre um bandido por policiais, logo se falam em direitos humanos, mas quando a violência é contra um agente da lei este apenas se transforma em mais um número, em mais uma estatística. O Soldado Anderson que perdeu um olho foi assaltado por menores de idade, um dos quais já teria sido preso outras vezes, da mesma forma com o Soldado Augusto, morto no último dia 26, por disparos realizados por uma adolescente.

Desse jeito parece que para os policiais os direitos são sempre desumanos, desde sua formação até a sua morte.

0 Comentários Enviar Imprimir Tamanho do texto A+ A-
Publicada: 03/04/2014 às 14h08

Hospital da PM tem reforma prejudicada por recursos parados na Secretaria de Saúde

O Hospital da Polícia Militar teve mais uma baixa nesta semana: a UTI adulta do nosocômio. "Com o anúncio do fechamento da UTI adulta, só sobrou a cadeira dos médicos", disse um PM.

Os recursos destinados ao Hospital da PM, que há tempos não vem atendendo de maneira eficiente o que seria o seu público alvo, os policiais militares, mesmo subordinado a Secretaria de Segurança, vem sendo administrado pela Secretaria de Saúde que coloca a disposição da unidade nosocômica servidores de seu quadro de pessoal.

Para agravar a situação do HPM, desde 2012 a unidade hospitalar deveria ter recebido recursos do Governo Federal da ordem de R$ 9 milhões. No entanto, os recursos foram repassados para os cofres da Secretaria de Saúde, que ficaria responsável pela administração dessa verba na reforma e aquisição de equipamentos para o HPM.

Ocorre que o HPM iniciou a reforma ainda no ano de 2009, sendo inclusive promessa como hospital de referência para a Copa do Mundo, mas há 5 meses a reforma está parada e as perdas para o Hospital e para os militares só aumentam.

Sem UTI e sem reforma, o atendimento para os PM's que já era reduzido a 25% só se agrava. O hospital que completou seus 50 anos parece que chegou na crise da meia idade.

0 Comentários Enviar Imprimir Tamanho do texto A+ A-
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 « Anterior 1 de 30
Encontre-nos no Facebook
© Portal BO - O 1º Portal Policial do RN - Todos os direitos reservados - Política de Privacidade